quarta-feira, 23 de maio de 2018

Receber a nossa informação (Newsletter)


No dia 25 de maio de 2018 entra em vigor o Regulamento Geral de Proteção de Dados.

A partir daí, só poderemos enviar emails de divulgação com o seu consentimento expresso dos interessados.

Assim, se quer estar a par das dinâmicas de Famalicão em Transição, dê-nos o seu consentimento no formulário da nossa Newsletter.


Mesmo quem se tinha registado antes, terá de subscrever novamente para receber a informação.

Para se informar sobre o tratamento que fazemos dos dados que nos fornece, consulte a nossa Política de Privacidade .

Contamos consigo. Conte connosco!

quarta-feira, 16 de maio de 2018

"Rio Ave: Que Futuro?", sessão Ambientar-se a 18 de maio em Riba de Ave

Sessão AMBIENTAR-SE descentralizada, dinamizada pela Associação H2Ave: RIO AVE; QUE FUTURO?

Dia 18 de maio, 21h30, na Didáxis de Riba de Ave

Esta sessão Ambientar-se terá um âmbito mais "prático" e descentralizado, já que decorrerá, não na Casa do Território, mas na freguesia de Riba de Ave, mais concretamente nas instalações da Didáxis.

Se o tempo assim o permitir também, numa sala perto do rio onde se ouve o seu barulho ou no espaço exterior.

O documentário realizado pela RTP 2 em 1985, com a descrição de que como era o rio àquela data e comparando com o cenário de hoje em dia, dará o mote para a tertúlia com troca de ideias para o que se quer para este nosso rio AVE no futuro.

Antes da sessão, para quem quiser aparecer, poderá apreciar a zona ribeirinha do Ave e as plantações de plantas autóctones nela realizada, para além de ficar a par de outras ações de carácter ambiental já realizadas e a realizar.

terça-feira, 15 de maio de 2018

Comunicação Positiva e Eficaz: Paciência, Linha e Agulha,

Na próxima sexta-feira, dia 18 de maio, ocorre mais uma palestra do I Ciclo de Conferências em Educação, no auditorio da CESPU, a partir das 21h:

Tema: Comunicação Positiva e Eficaz: Paciência, Linha e Agulha

Convidada: Ana Isabel Lage

Inscrições (gratuitas, mas obrigatórias): aqui

«A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão organiza esta sexta-feira, dia 18 de maio, a conferência “Comunicação Positiva e Eficaz: Paciência, Linha e Agulha”, com Ana Isabel Lage. A iniciativa realiza-se pelas 21h00, no auditório da CESPU, em colaboração com a Associação Famalicão em Transição, a Federação Concelhia das Associações de Pais e o Centro de Formação da Associação de Escolas de Vila Nova de Famalicão.

Porque é que é tão difícil não ser agressivo na comunicação? Porque é que é a raiva ou irritação contaminam a comunicação? Porque é que importante ter uma comunicação mais assertiva? Estes são alguns dos “porquês” a ser discutidos na sessão.

Refira-se que Isabel Lage é licenciada em Psicologia da Educação e Desenvolvimento da Criança pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, e Mestre em Psicologia Escolar pela Universidade do Minho. No ISCTE ingressou no Curso de Doutoramento em Psicologia na área da Inteligência Emocional. É formadora certificada pelo IEFP, pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua e pela Universidade Dale Carnegie.»


sábado, 28 de abril de 2018

Parentalidade Consciente - Mikaela Övén

No passado dia 26 de abril, Mikaela Övén (Mia) esteve em Famalicão a falar de Parentalidade Consciente, no auditório da CESPU. Foi no âmbito das Jornadas Municipais da Educação, promovidas pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, numa parceria com a Associação Famalicão em Transição (Grupo
Educação em Transição).

Perante um auditório com perto de 300 pessoas, e depois da abertura pelo Vereador da Educação, Dr. Leonel Rocha, Mia defendeu uma educação em que o igual valor é fundamental, de modo que a criança tenha a liberdade de expressar as suas emoções e necessidades.  

Contou-nos também que depois da 2ª Guerra Mundial, uma universidade na Suécia, fez um estudo sociológico para responder à seguinte questão:
  • "Por que razão os jovens alemães, provenientes de "boas famílias" e com elevado grau de educação, praticaram em massa crimes contra a vida, contra a dignidade humana e contra a humanidade?"

A conclusão do estudo, foi simples:
  •  "Por que foram educados para obedecer."


Precisamos mesmo de contribuir para que as nossas crianças e jovens pensem pela sua cabeça, e assim se tornem responsáveis pelas suas escolhas. Mais do que ensinar, precisamos ajudá-los a descobrir o mundo. E para isso, precisamos nós de mudar, de descobrir a nossa verdadeira intenção.

«Enquanto educador(a) qual a tua relação com a desobediência? O que é que isso diz de ti? Ao educares promoves a liberdade e o igual valor ou manipulas comportamentos? Foram muitas as questões que nos tocaram na palestra de ontem sobre parentalidade consciente conduzida por @Micaela Öwen.  Fica a principal: quais as tuas verdadeiras intenções?»  
Ana Diniz,  daqui

Mia inspirou-nos. Agora encontremos a nossa intenção e passemos à ação!

Ficam algumas fotos do evento. Podem ver mais algumas  aqui.









A próxima palestra do Ciclo de Conferências da Educação é sobre o tema Comunicação Autêntica, no dia 18 de maio.