segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Famalicão em Transição nos Caminhos para a Sustentabilidade

A Associação Famalicão em Transição agradece ao PAN Porto o convite para estar presente, apresentando o seu trabalho, nas Conversas PAN à moda do Porto, com o tema: Caminhos para a Sustentabilidade, que decorreu no Espaço PAN do Porto, dia 23 e setembro de 2016.

Para além do ambiente agradável, da excelente comida, e da receção calorosa por parte dos anfitriões, tivemos a oportunidade de conhecer  pessoas e projetos novos, como a Ecoaldeia Vegetariana (de Cabeceiras), ou como a organização do Festival Terra Mãe (de Fafe, mas que incluiu o Gomos de Tangerina de Guimarães), e um projeto já nosso parceiro em algumas atividades, a Associação Movimento Terra Solta, mas que se continua a reinventar de formas extremamente positivas.

Foi um excelente momento de partilha! Quem quiser, pode ver a gravação em vídeo na página no Facebook do PAN Porto (aqui)

domingo, 18 de setembro de 2016

"O Veneno está na Mesa", registo da sessão Ambientar-se de 16/9/2016


Na sessão Ambientar-se do dia 16 de setembro, dinamizada pela Associação Famalicão em Transição, além do filme "O Veneno está na Mesa", em que são apresentados os malefícios dos "agrotóxicos" no Brasil, foi exibido também um pequeno vídeo chamado "Você sabe de onde vêm seus alimentos?", sobre uma boa parte da solução: os mercados ecológicos que estão a surgir em várias cidades desse país,  (pode ver os filmes no link).


O debate foi dinamizado pelos representantes da Chuchubio, Olívia Silva e José Mendes, que apresentaram o conceito de agricultura de proximidade, biológica e certificada, que colocam em prática numa AMAP (Associação de Manutenção de Agricultura de Proximidade). O seu testemunho foi muito importante como um caminho válido a seguir. Infelizmente não tivemos o comentário da Engª Natália Costa (Mestre em Agricultura Biológica), uma das pessoas convidadas, pois teve um imprevisto familiar de saúde e não pôde comparecer.

Estiveram presentes cerca de 60 pessoas, incluindo representantes da Quercus Braga. Embora o filme de Sílvio tender se centrasse nos malefícios dos agroquímicos e no monopólio ou oligopólio das grandes multinacionais, tentou-se que o debate se focasse mais nas soluções, e no poder que está na mão, muitas vezes sem o saberem, dos consumidores e dos pequenos produtores.

A Associação Famalicão em Transição agradece aos oradores convidados, à Câmara Municipal pela iniciativa e pelo espaço, e a todos os que estiveram presentes. Bem hajam, e que da discussão tenha saído a luz!

Fica o registo com algumas fotos da sessão e do animado debate, podendo encontrar mais na página facebook do Parque da Devesa (aqui).









domingo, 11 de setembro de 2016

1ª Assembleia Geral da Associação Famalicão em Transição

Decorreu a 1ª Assembleia Geral da Associação Famalicão em Transição na passada sexta-feira, dia 9 de setembro de 2016. Foi na sede da Associação YUPI, que gentilmente cedeu as instalações e ofereceu um chá aos presentes

Estiveram 16 pessoas, todos os pontos da ordem de trabalhos foram discutidos e decididos, apenas não houve tempo para os pontos adicionais fora da ordem de trabalhos.

Um agradecimento a todos os que estiveram presentes, e em especial à Associação YUPI. Foi mais um passo em frente. Fica um registo fotográfico para memória futura:









sábado, 10 de setembro de 2016

“O veneno está na mesa” - Sessão AMBIENTAR-SE 16/9

O VENENO ESTÁ NA MESA" é o filme da sessão AMBIENTAR-SE de Setembro, e a pergunta a fazer é: "Vamos continuar a deixar que a indústria agroquímica nos envenene?"

Dia 16 de setembro de 2016, 21h30, na Casa do Território, Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão
Gratuito, entrada livre

Lançado pela Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida, no Brasil, o documentário “O veneno está na mesa”, de Sílvio Tendler (Brasil, 2011, 49 min), revela os riscos do uso de agroquímicos, desde o trabalhador agrícola ao consumidor final.

Sinopse:  «O Brasil é o país do mundo que mais consome agrotóxicos: 5,2 litros/ano por habitante. Muitos desses herbicidas, fungicidas e pesticidas que consumimos estão proibidos em quase todo mundo pelo risco que representam à saúde pública. O perigo é tanto para os trabalhadores, que manipulam os venenos, quanto para os cidadãos, que consumem os produtos agrícolas. Só quem lucra são as transnacionais que fabricam os agrotóxicos. A idéia do filme é mostrar à população como estamos nos alimentando mal e perigosamente, por conta de um modelo agrário perverso, baseado no agronegócio.»

A escolha do filme e organização da sessão é da responsabilidade da Associação Famalicão em Transição, e são convidados para o debate:
  • Natália Costa, impulsionadora das Hortas Sociais da Póvoa de Lanhoso, técnica na Quinta Pedagógica de Braga.
  • Olívia Silva e José Mendes, da Chuchubio, agricultura biológica e de proximidade.
As sessões AMBIENTAR-SE são uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão (Parque da Devesa) e associações locais ligadas à proteção do ambiente, que constam na exibição de um filme de tónica ambiental com debate no final.

Informações: parquedadevesa@vilanovadefamalicao.org / 252 374 184

sábado, 3 de setembro de 2016

1ª Assembleia Geral - convite

A primeira Assembleia Geral da Associação Famalicão em Transição está agendada para o dia 9 de setembro de 2016, às 21h30, na sede da Associação YUPI, na Central de Camionagem, Loja 11 (Rua Henriques Nogueira, 4760-038 V. N. Famalicão), com a seguinte ordem de trabalhos :

Imagem daqui
1 - Apresentação da Associação
2 - Apresentação da lista proposta pela Comissão Instaladora
3 - Eleição dos Órgãos Sociais
4 - Colocar à aprovação a proposta de Regulamento Interno
5 - Colocar à aprovação a proposta de Plano de Atividades para o 3º quadrimestre de 2016

Estão convidados a participar os residentes no concelho de Vila Nova de Famalicão, ou nos concelhos próximos, que se revêem na sua missão, visão e valores, concordem com os seus estatutos, e queiram tornar-se associados deste projeto.