quarta-feira, 11 de abril de 2018

Enterrar de vez o furo - Manifestação a 14 de abril

É já no próximo sábado a manifestação para acabar de vez com as ameaças de furo de petróleo em Portugal, e a Associação Famalicão em Transição é uma das organizações subscritoras.

Participe, inscreva-se nos autocarros que estão a ser organizados para saírem do Porto e Braga (5€ ida e volta) , ou de outros locais, em: http://salvaroclima.pt/inscricao-para-os-autocarros

«A ameaça de furos de petróleo paira sobre nós. Adiamentos, prorrogações, avaliações de impacto ambiental, renegociações… É hora de acabar de vez com as ameaças de furo de petróleo em Portugal. A força das populações, movimentos e autarcas, unidos a uma só voz para dizer não, para dizer que um furo de petróleo é uma guerra, será ouvida.

Porque precisamos de deixar de consumir combustíveis fósseis, de parar de investir numa indústria obsoleta que nos empurra a todos para o abismo, dizemos não. Porque precisamos de preservar o nosso litoral e o nosso interior, salvaguardar a sua biodiversidade da poluição catastrófica que significa o petróleo e o gás, dizemos não. Porque respeitamos as populações, actuais e futuras, dizemos não. Porque temos de travar as alterações climáticas e só o faremos se pararmos definitivamente de explorar e queimar hidrocarbonetos, dizemos não! Vamos enterrar de vez este furo, acabar com todos estes contratos e correr de vez para as energias limpas, rumo ao futuro.

Dia 14 de abril marchamos, desde o Largo de Camões até à Assembleia da República. Marchamos, vindos do Norte e do Sul, do Algarve, do Alentejo, de Peniche, do Porto, da Batalha e de Pombal. Marchamos pelo futuro. Vamos enterrar de vez este furo.


Subscritores (em atualização):
Academia Cidadã, Alentejo Litoral pelo Ambiente, ASMAA – Algarve Surf and Maritime Activities Association, Bloco de Esquerda, Climate Reality Project Portugal, Climáximo, Coletivo Clima, Coopérnico, Famalicão em Transição, Fórum Manifesto, Futuro Limpo, GAIA – Grupo de Acção e Intervenção Ambiental, Linha Vermelha, Livre, Movimento Alternativa Socialista, Movimento Ibérico Antinuclear, Núcleo Académico para a Protecção Ambiental do ISCSP, Núcleo do Ambiente da FLUL, Peniche Livre de Petróleo, PAN – Pessoas Animais Natureza, Partido Ecologista “Os Verdes”, Plataforma Algarve Livre de Petróleo, Preservar Aljezur, Stop Petróleo Vila do Bispo, Sciaena, SOS – Salvem o Surf, Tamera, Tavira em Transição, TROCA – Plataforma por um Comércio Internacional Justo, Um Ativismo por dia, Zero.

As organizações que gostariam de subscrever a convocatória, podem enviar email a enterrardevezofuro@salvaroclima.pt »

Fonte: http://salvaroclima.pt/
INSCRIÇÃO PARA OS AUTOCARROS: http://salvaroclima.pt/inscricao-para-os-autocarros/
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/206530796598995/

terça-feira, 10 de abril de 2018

Mikaela Övén (Parentalidade Consciente) em Famalicão já no dia 26/04

"Praticar parentalidade consciente é mais sobre o desaprender do que aprender."

"Quando procuramos seguir o caminho da parentalidade consciente estamos a questionar as nossas crenças, as nossas ideias, os nossos hábitos, os nossos comportamentos. 

É um descascar de tudo aquilo que não serve a nossa intenção como pais, um desaprender de tudo que não promove relações saudáveis baseadas no amor incondicional e tudo aquilo que não ajuda os nossos filhos a prosperar emocionalmente."

O auditório da Escola Superior de Saúde do Vale do Ave da CESPU, acolhe no dia 26 de abril, as Jornadas Municipais de Educação, organizadas no âmbito da Quinzena da Educação.

Parentalidade Consciente” é o tema eleito para este debate de ideias, aberto a toda a comunidade educativa e que decorrerá a partir das 21h00, com Mikaela Övén.

Mia Övén inspira há vários anos indivíduos e famílias na busca de harmonia e equilíbrio, através dos seus livros, textos, rubricas na rádio e televisão, cursos e palestras. 

Participação livre e gratuita, sujeita à lotação do auditório.

Recomenda-se a inscrição através do link: 

Esta conferência é dinamizada pela Câmara Municipal em parceria com a Associação Famalicão em Transição - Grupo Educação em Transição, a Federação Concelhia de Associações de Pais e o Centro de Formação de Professores. 
Para mais informações e gestão de inscrições, por favor contacte o Departamento de Educação da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão (educacao@vilanovadefamalicao.org | 252320956). 

domingo, 8 de abril de 2018

Desperdício Desperdiçado - sessão Ambientar-se 20/4

Sessão Ambientar-se dinamizada pela YUPI

dia 20 de abril, às 21h, na Casa do Território, Parque da Devesa, Vila Nova de Famalicão

DESPERDÍCIO DESPERDIÇADO,  um documentário sobre freeganismo, 
(Wasted waste - a documentary on freeganism, 2017)

Sinopse:
«1/3 de todos os alimentos no mundo acaba no lixo...! 

3,6 milhões de kg de comida são desperdiçados diariamente em todo o mundo. 870 milhões de pessoas poderiam ser alimentadas apenas com este desperdício. 800 milhões de pessoas passam fome no nosso Planeta. 1/3 dos alimentos do Planeta vão parar ao lixo, quando 198mil hectares foram usados para produzir toda a comida desperdiçada. Este documentário é sobre estilos de vida individuais com repercussões conscientes no colectivo. 

Freeganismo é um estilo de vida alternativo baseado no boicote ao capitalismo, com vista a diminuir o impacto causado no meio ambiente e rejeitando qualquer forma de exploração humana e animal. Fazem-no através do consumo limitado e consciênte de recursos, bem como o resgate (re-aproveitamento) do desperdício. »

Convidados para a dinamização do debate:

   Ana Sofia Ferreira, da Refood;
   Abílio Costa - Ativista freegan (a confirmar).

Participação livre e gratuita

quarta-feira, 28 de março de 2018

Visita a Braga em Transição


Hoje, um grupo de Famalicão em Transição foi visitar e reunir com alguns elementos de Braga em Transição.

Fomos muito bem recebidos pela Gisela Figueiredo, José, Joaquim Oliveira, Catarina, e Duarte na casa e quinta de Santa Marta, em Lomar.

Trata-se de um espaço fantástico para dinamizar atividades com a comunidade enquadráveis na Transição!

Agora esperamos que este renascimento de Braga em Transição tenha muita gente com vontade de participar, pois lugar para desenvolver o que quiserem, não falta.

Obrigada e força, Braga em Transição! 

Ficam algumas fotos a registar o nosso encontro de 28/3/2018 (ver também aqui).