terça-feira, 28 de março de 2017

Aulas regulares de BIODANZA em Famalicão

Face ao número de famalicenses interessados em BIODANZA, a Associação Famalicão em Transição em parceria com o Facilitador/Didata Luís Miguel Alfaro (followbiodanza), e com o apoio da Divisão de Desporto do Município de Vila Nova de Famalicão, vai promover aulas regulares de Biodanza a partir de abril 2017.

As sessões decorrerão às quartas-feiras às 20h00, nas Piscinas Municipais da cidade.

"BIODANZA é um sistema de integração humana, renovação orgânica, reeducação afectiva e reaprendizado das funções originárias da vida. Sua metodologia consiste em induzir vivências integradoras por meio da musica, do canto, do movimento e de situações de encontro em grupo."


Mais informações:  afetra.inscrever@gmail.com
 (Associação Famalicão em Transição, inscrições)

Contactos do Facilitador/Didata:
Luís Miguel Alfaro -  luisfollowbiodanza@gmail.com | 916470634

"Biodanza é a Poética do encontro humano
(Rolando Toro, Criador do Sistema Biodanza)

segunda-feira, 27 de março de 2017

Biodanza "Experientia" ao ar livre


Biodanza ® - "Experientia" - Sessão de Apresentação -"ALEGRIA DE VIVER"

Depois do sucesso da 1ª sessão de Biodanza em Famalicão, que ocorreu no passado mês de dezembro na Casa das Artes, a Associação Famalicão em Transição promove uma sessão de Biodanza ao ar livre, Experientia "Alegria de Viver", com o Facilitador/Didata Luís Miguel Alfaro  (followbiodanza)

Domingo 2 de abril pelas 17h30, junto ao lago do Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão. A participação é livre,

Música, movimento/dança, pessoas, natureza; ingredientes mágicos para resgatar a alegria de viver. Venha conhecer a Biodanza neste final de tarde de domingo e transforme a sua semana.

A Biodanza promove o resgate da vida pela alegria e pelo sentido pleno e equilibrado da sensação de estar vivo.

Contactos:
Ass. Famalicão em Transição - famalicaom@gmail.com
Luís Miguel Alfaro -  luisfollowbiodanza@gmail.com | 916470634

Evento facebook: https://www.facebook.com/events/394166364294751/

quarta-feira, 22 de março de 2017

Terreno da futura sede: Ajudada do dia 1


Dois dias antes do 7º aniversário do Dia L (Limpar Portugal, 20/2/3017), e depois de lançado o desafio um bocado à última hora, alguns dos sócios de Famalicão em Transição meteram mãos à obra e foram dar o pontapé de saída para a preparação do terreno da futura sede da Associação Famalicão em Transição!  Foi no sábado dia 18 de março de 2017 que começamos com a preparação do terreno, localizado na freguesia de Antas, lugar de S. Cláudio.

Ao longo do tempo, a zona da entrada e a parte junto ao muro foi transformada numa lixeira, que estava bem disfarçada debaixo da vegetação e mesmo de terra. Bocados de madeira, de contraplacado, tijolos, pedras, vidros, plásticos de toda a natureza: redes, mangueiras, lonas, embalagens, ondulados de coberturas, ... parecia mesmo o Limpar Portugal!

Um grupo veio de manhã, outro grupo de tarde, alguns estiveram o dia todo. Não foram muitas pessoas mas foi muito trabalho de limpeza, e houve quem preferisse fazer uma "cama elevada" para futuras plantações.

Não foi possível limpar tudo, falta ainda muito trabalho de limpeza, mas julgamos que a parte mais difícil já foi feita. Em breve precisamos de mais voluntários para continuar o trabalho!




















Mais fotos podem ser vistas no álbum partilhado (aqui)

Obrigada Nuno, Gisela, Henrique, Paulo, Rosário, Bruna, Maria da Luz e José Maria, bom trabalho, bravo!

Agradecemos também à vizinha D. Ana Rosa que nos emprestou um carrinho de mão e sacholas que nos faltaram para facilitar o trabalho, e à D. Helena do Rosário pelos sacos.

domingo, 19 de março de 2017

Projeto SÁBIO - aproveitar os resíduos orgânicos domésticos

Já arrancou o projeto piloto "SÁBIO Sustentabilidade Ambiental Biológica" no centro urbano de Vila Nova de Famalicão, um projeto que visa reduzir o desperdício de matéria orgânica, através da recolha seletiva e produção de adubo natural.

Este projeto, iniciativa de Paulo Lima, conta com o apoio da Associação Famalicão em Transição, e é um bom indício de que estamos no caminho de uma comunidade mais sustentável e com economia verdadeiramente circular, transformando "lixo" em recursos!


O sistema funciona com a separação de matéria orgânica e recolha porta-a-porta ou em pontos de recolha específicos. Os resíduos são transformados em adubo natural (composto) através de um sistema misto de compostagem aeróbia e vermicompostagem.  Com um sistema rotativo de baldes, os resíduos são separados de acordo com a tabela ao lado, são recolhidos, pesados e atribuídos pontos ao participante.  Esses pontos, serão numa fase posterior, convertidos em produtos biológicos.

«O projecto SÁBIO assenta numa visão de sustentabilidade ecológica com uma preocupação ambiental, social e económica numa sociedade em transição, que percebeu da necessidade de mudança. Desta forma pretendemos criar novos conceitos para uso racional dos recursos.

Muito se tem feito na recolha selectiva - hoje, separar os nossos resíduos é reconhecido como um dever. Apesar disso, todos temos a consciência que parte do lixo que acaba em aterro, representa um desperdício de recursos. Assim é necessário ir mais além no esforço e na procura de soluções.

Com o projecto SÁBIO queremos dar um novo passo e transformar pequenos gestos, num potencial colectivo. Propomo-nos produzir adubo orgânico natural a partir dos seus resíduos domésticos e premiamos a sua participação com o acesso a produtos biológicos da região em condições muito vantajosas.»

Fonte e mais informações em: https://www.sabio.online/

O SÁBIO foi apresentado pela primeira vez no dia 18 de fevereiro, no Parque da Devesa, no âmbito do Workshop "Matéria Orgânica Doméstica: Como Valorizar?", dinamizado pela Nova Acrópole Famalicão, que também apoia o projeto (foto à esquerda). 

Também na 6ª Troca de Sementes de Famalicão, dia 12 de março, o Sábio esteve representado, prestando informações aos interessados (fotos à direita).

Pré-inscrições para o projeto piloto em: https://www.sabio.online/new-page, (na fase inicial, só estará disponível em determinadas zonas de Famalicão)

Página Facebook do SÁBIO: https://www.facebook.com/sabiosolos/

terça-feira, 14 de março de 2017

Uma nova educação fervilha em Famalicão!

Cerca de 300 pessoas encheram o auditório da CESPU no dia 7 de março, na palestra "Escolas Inovadoras" com o Professor José Pacheco, organizada pela Associação Famalicão em Transição. Foi a terceira sessão do ciclo "Educação em Transição" preparado pelo grupo de trabalho da Educação.

José Pacheco, é mestre em Ciências da Educação e foi o idealizador da Escola da Ponte, que coordenou de 1976 a 2011, escola que se destaca pelo projeto educativo que se baseia nos valores da autonomia, solidariedade, responsabilidade e democraticidade; atualmente, encontra-se a desenvolver projetos educativos no Brasil com a mesma filosofia.

Numa palestra interativa com o público, José Pacheco falou de educação sem aulas mas com projetos, sem muros, mas com respeito, sem padronização, mas com participação, falou-se numa escola democrática nos seus processos de gestão que respeita diferentes ritmos e inteligências. Foram apresentados casos no Brasil de comunidades educativas com projetos inovadores pensados por e para todos, com modelos construídos de maneira coletiva e democrática e diversos ambientes participativos onde educadores e educandos tomam juntos as decisões e definem o dia a dia e o futuro da escola.

A palestra terminou com o convite lançado pelo professor a todos os presentes: Conhecer, aprofundar e colaborar no projeto educativo da escola com quem tenhamos relação, constituir núcleos de projeto para promover a mudança gradual.
A Associação Famalicão em Transição, através do Grupo Educação, está disponível para integrar estes núcleos de projeto, assim seja a vontade dos cidadãos, pais, professores.

Afinal, é preciso uma comunidade para educar uma criança.

A Associação Famalicão em Transição agradece ao Professor José Pacheco, ao Grupo Educação todo o empenho e trabalho no desenvolvimento deste evento, bem como o apoio da CESPU, do Pelouro de Educação do Município, e de vários voluntários, entre os quais Tomás Pedro da TP-vision Photography que fotografou o evento. Algumas delas ficam aqui como registo, podem ver outras na página do Facebook (aqui).


  



domingo, 12 de março de 2017

Troca de Sementes de Famalicão, assim foi a 6ª

Nesta tarde de domingo, dia 12 de março de 2017, a Troca de Sementes de Famalicão começou no Parque da Devesa. 

No entanto, a força do vento  acabou por nos "levar" até à Central de Camionagem, onde as sementes já não iam pelo ar! Foram trocadas sementes e plantas, aromáticas secas e até sementes de ... galinha!

Contamos com a presença do projeto SÁBIO Sustentabilidade Ambiental Biológica, que se propõe produzir adubo orgânico natural a partir dos resíduos domésticos, com recolha porta-a-porta ou em pontos chave. 

A Associação Famalicão em Transição, que organizou este evento, agradece o apoio da Câmara Municipal, dado através da autorização para utilização do espaço e da logística (tendas, mesas, cadeiras, estrados).

Agradecemos também a todos os que ajudaram e aos que estiveram presentes! Ficam aqui algumas fotos, mas podem ver mais no Facebook de Famalicão em Transição.












quarta-feira, 8 de março de 2017

Vamos falar de PLANTAS INVASORAS, dia 10 de março em Famalicão (divulgação)

Dia 10 de março, as plantas invasoras vão ser o tema no Parque da Devesa, com um workshop de tarde e uma sessão "Devesa Esclarece" à noite! Estas sessões são promovidas pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão (Parque da Devesa) em parceria com o Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra.

«Muitas das plantas que nos rodeiam foram transportadas do seu habitat natural para outros locais pelo que são denominadas plantas exóticas. Algumas destas espécies coexistem com as espécies nativas (ou autóctones) de forma equilibrada, mas outras desenvolvem-se muito rapidamente e escapam ao controlo do Homem tornando-se nocivas – estas são designadas espécies invasoras.
Estas plantas não nativas de forte crescimento podem ser muito bonitas, mas causam impactes ambientais e económicos muito negativos, muitas vezes de resolução difícil e cara, e, por vezes, irreversíveis. Só com cidadãos informados e ativos poderemos mitigar esta ameaça, protegendo para a biodiversidade do nosso território.

Assim, para a próxima sessão “Devesa Esclarece”, convidamos a coordenadora do projeto INVASORAS.PT, Dra. Elizabete Marchante, que vem do Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra para nos alertar e esclarecer sobre este tema. “O que são plantas invasoras? O que as caracteriza? Como podemos identificá-las? Em que medida constituem uma ameaça? Que métodos de controlo podemos utilizar?". Tentar-se-á dar resposta a estas perguntas e outras que venham a surgir ao longo da sessão.

Da parte de tarde haverá um workshop sobre o mesmo tema, com componente teórica e prática, direcionado para técnicos ou interessados em métodos de prevenção e controlo de plantas invasoras. Serão abordados alguns métodos de controlo e estratégias de intervenção, deteção e respostas rápidas que impeçam a colonização por várias espécies.


Workshop “Plantas invasoras: prevenção e controlo"
15h00-17h30, Casa do Território e exterior,
Destinado a técnicos, operacionais e outros interessados
Gratuito, sujeito a inscrição prévia em goo.gl/tNamg6 (inscrições limitadas)

“Devesa Esclarece: Plantas invasoras”
21h00-23h00, Casa do Território
Destinado ao público em geral
Gratuito, entrada livre

Participe, informe-se e aprenda sobre as invasoras, e ajude a proteger as nossas plantas nativas e a biodiversidade.»


Para mais informação: 252374184 ou casadoterritorio@vilanovadefamalicao.org»

terça-feira, 7 de março de 2017

Avisos: Palestra "Escolas Inovadoras"

Estão encerradas as inscrições para a palestra do Prof. Pacheco, dia 7 de março, em Famalicão, que já ultrapassaram a lotação do auditório (310).

Pedimos aos participantes que estejam no local (CESPU/ESSVA) pelas 20h30, para que o evento comece mesmo às 21 horas.


No local estará à venda o livro "A avaliação da aprendizagem na Escola da Ponte", coordenado por José Pacheco e Maria de Fátima Pacheco, da editora Mahatma. O preço de venda do livro no evento é de 20,00€ (não existe possibilidade de pagamento por multibanco no local).



Imagem daqui, existe uma nova rotunda entre a Rotunda da Paz e a CESPU
Localização da CESPU - ESSVA 
(Campus Académico de Vila Nova de Famalicão)

ESSVA - Escola Superior de Saúde do Vale do AVE
Rua José António Vidal, 81, 4760-409 Vila Nova de Famalicão.

Em frente à Central de Camionagem, do outro lado do parque de estacionamento.

Coordenadas GPS: 
41.406569, -8.514867 
41° 24' 24" N  8° 30' 54" W

Google Maps: