quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Devesa Esclarece: “Produtos biológicos, verdade e mitos"

Dia 21 de setembro 2017 (quinta-feira)
21h30
Casa do Território
Entrada livre e gratuita

A agricultura biológica é cada vez mais uma prática defendida por muitos e o consumo de produtos biológicos tem, nos últimos anos,  aumentado exponencialmente em todo o mundo.

 Notícias recentes da imprensa portuguesa levaram muitos consumidores a questionar este modelo de produção e “acendeu” uma guerra de palavras entre os defensores dos biológicos e aqueles que não encontram motivos válidos para o seu consumo.

Propomos, nesta sessão, desmistificar a produção e o mercado dos produtos biológicos, assim como abordar a sua importância económica, social e ambiental, e a sua relação com a saúde e a qualidade de vida na nossa sociedade.!»

Convidada: Engª Marisa Moreira (Gestora das Hortas Urbanas do Parque da Devesa).

"Devesa Esclarece" são sessões de esclarecimento/ sensibilização sobre temáticas ambientais promovidas pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, através da Equipa Multidisciplinar de Gestão do Parque da Devesa.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

A Conspiração das Lâmpadas - Sessão Ambientar-se

"A história secreta da obsolescência programada"

A Conspiração das Lâmpadas

Dia 15 de setembroo de 2017, às 21h30,
na Casa do Território, Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão
Gratuito, entrada livre

A Conspiração das Lâmpadas combina investigação e imagens de arquivo raras para traçar a história escondida da Obsolescência Programada, desde os seus inícios nos anos 1920 com um cartel secreto criado expressamente para limitar a vida útil das lâmpadas, até às histórias atuais com aparelhos eletrónicos de ponta (como o iPod), e o crescente espírito de resistência entre consumidores comuns.

Este filme viaja até França, Alemanha, Espanha e EUA para encontrar testemunhas de uma prática comercial que se tornou a base da economia moderna e traz imagens inquietantes da África, onde os eletrónicos descartados se acumulam em grandes cemitérios para resíduos eletrónicos.
As sessões AMBIENTAR-SE são uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão (Parque da Devesa) e instituições locais ligadas à proteção do ambiente, que constam na exibição de um filme de tónica ambiental com debate no final.

Informações: parquedadevesa@vilanovadefamalicao.org / 252 374 184

domingo, 3 de setembro de 2017

Encontro AÇÃO ECOAMBIENTAL, TRANSIÇÃO SUSTENTÁVEL E REGENERAÇÃO

A Campo Aberto e a Associação Famalicão em Transição estão a organizar um Encontro de associações e grupos de Ambiente e Transição da zona norte do país, a realizar no dia 7 de outubro na Casa do Território, no Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão, com o apoio deste Município.

Este encontro procura incluir grupos, coletivos, movimentos, associações, para uma partilha num espírito de colaboração e sinergia, que se debruçará sobre a situação ecológica e ambiental do Noroeste e Norte de Portugal, e do Vale do Ave em especial, mas que terá também uma tónica no conceito de transição e de regeneração.

O encontro tem em vista a partilha de pontos de vista, troca de experiências, de interrogações, dificuldades e também aspetos e realizações positivas. Não há propriamente oradores, todos os participantes contribuirão para essa partilha.

SÁBADO 7 DE OUTUBRO DE 2017
Casa do Território, Parque da Devesa, V.N. Famalicão

CONVITE A INSCRIÇÃO
Aos movimentos e grupos, formais ou informais, associações, coletivos, entidades, ou projetos de empreendimentos a nível individual desde que já estejam em atividade.

Porquê este encontro?
Porque queremos um amanhã diferente, em que a terra, a humanidade, as espécies animais e vegetais estejam salvaguardadas — um amanhã de perenidade que supere as ameaças hoje existentes.
Porque é necessário para isso unir esforços, desenvolver a entreajuda e a solidariedade entre todas as iniciativas e movimentos que se reconhecem nesse querer.

Que programa?
De manhã, centraremos a atenção na bacia do Rio Ave; no entanto problemas semelhantes existem noutras bacias hidrográficas e por isso outros poderão tirar proveito da manhã.
De tarde, o foco dirigir-se-á para toda a região Noroeste e Norte , sendo por isso lógica e desejada também a presença dos participantes da parte da manhã.
Em ambas as sessões, os trabalhos propostos baseiam-se na troca de informações, experiências e ideias, e na partilha de dificuldades e soluções. Pretende-se que todos os participantes possam contribuir e exprimir-se. Daí a preferência dada ao método de «mesa redonda», sem distinção entre «oradores» e «público». Mesmo que, num ou noutro caso, se peça um papel de animação a uma ou outra pessoa ou organização, por motivos específicos.
Os intervenientes de índole extra-regional serão convidados a dar o seu contributo na parte final das sessões. Eventualmente, sobre pontos específicos, poderá ser solicitado esse contributo noutros momentos. 
Programa atualizado em:  https://goo.gl/Cpev4z 

Quem inscrever?
O encontro não se destina ao público em geral, pelo que os grupos e iniciativas, ao inscreverem-se, deverão fornecer os dados coletivos pedidos na ficha de inscrição, incluindo os nomes e dados das pessoas que estarão presentes pela organização.
Dado que a sessão da tarde inclui dois grupos cujos trabalhos decorrerão simultaneamente, convém que sejam inscritas pelo menos duas pessoas por cada grupo ou iniciativa.
Como se trata de um encontro de trabalho, é desejável a presença de diretores, ativistas e voluntários de cada organização participante, a inscrever por esta conjuntamente.
Inscrições individuais sem ligação a grupos ou iniciativas poderão ser consideradas mas apenas nos casos específicos já aludidos ou quando recomendadas por uma das organizações participantes.
Cada organização inscrita, formal ou informal, terá disponível um espaço no local do encontro para folhetos e publicações gratuitas ou para venda. Assinalar na ficha de inscrição se o tenciona utilizar e quais as características pretendidas.

Como inscrever-se?
Cada grupo ou iniciativa deverá remeter para contacto@campoaberto.pt com cópia para famalicaom@gmail.com os dados pedidos na ficha de inscrição (aqui) o mais brevemente possível, de modo a que se possa ir acrescentando na divulgação a presença e o apoio das organizações que aceitam ser assim mencionadas.
Os dados podem ser remetidos em ficha preenchida em papel ou como anexo de email ou simplesmente contidos em email segundo os itens indicados na ficha de inscrição.
Ficha de inscrição em: https://goo.gl/gS2TPH

Prazos:
Inscrições até 15 de setembro.  Inscrições posteriores a essa data poderão também ser consideradas. Apela-se no entanto aos interessados para que não protelem a sua inscrição a partir do momento em que admitam inscrever-se.

Contactos
Associação Famalicão em Transição - famalicaom@gmail.com
Campo Aberto - associação de defesa do ambiente - contacto@campoaberto.pt

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Associação Famalicão em Transição: 1 ano

E com um pequeno lanche-convívio seguido de música no Devesa Sunset assinalamos o 1º aniversário da Associação Famalicão em Transição!








quarta-feira, 23 de agosto de 2017

1º aniversário da Associação 25-8

Aos associados (e amigos) de Famalicão em Transição

Na próxima sexta-feira, dia 25/8/2017, a Associação Famalicão em Transição comemora o seu primeiro aniversário.

Nesse mesmo dia, há o último espectáculo do Devesa Sunset às 19h, com os First Breath After Coma. no Parque da Devesa. Assim, propõe-se:

  1. A partir das 17h00, e até às 19h00, quem quiser apareça para um lanche piquenique, estaremos nas sombras do carvalhal do Parque da Devesa vamos conversando de assuntos relacionados com as nossas atividades e fazendo um balanço das atividades mais recentes.
  2. Às 19h00, vamos ouvir a música, até às 20h, junto ao lago do parque, logo ali ao lado.
  3. A partir das 20h, propõe-se um jantar partilhado (local a confirmar) também para continuação do diálogo sobre as nossas atividades num futuro próximo. 
No que respeita ao ponto 3, aguardamos as respostas até amanhã, se houver 10 pessoas interessadas e disponíveis, avançaremos. Em todo o caso, amanhã à noite ou sexta de manhã confirmaremos esta parte do programa.

Seja como for deve haver algum voluntário(a) que leve um bolo :) ou à tarde ou à noite!

Há que comemorar! Apareçam!

Atualização (25/8, 9h50): dado que houve apenas 5 confirmações de presença, a parte 3 do programa, após as 20h, fica cancelada.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Festa da Compra e Venda de Requião

A Associação Famalicão em Transição vai participar na 6ª Festa da Compra e Venda da Freguesia de Requião, que decorre no próximo fim de semana, dias 12 e 13 de agosto, no Adro da Igreja de Requião. Apareçam, estão todos convidados!

terça-feira, 1 de agosto de 2017

MEL - piquenique das artes


O Mel :: Piquenique das Artes é um evento artístico multicultural e interdisciplinar, tendo a consciência, a ecologia e a cidadania como valores centralizadores de todo o projecto! Teatro, Dança, Literatura e Música.

Este festival decorre de 3 a 6 de agosto no Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão, é organizado pela Associação Elogio Vadio e pela Fértil Associação Cultural, e  conta também com a participação da Associação Famalicão em Transição, na dinamização das Tertúlias, e com Follow Biodanza .

Saiba mais sobre este evento em:


Participem! A entrada é livre e gratuita!

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Mimos da Natureza

Mimos da Natureza é um projeto de produtos naturais e artesanais de higiene e cosmética, desenvolvido pela famalicense Débora Moura.


Entre estes produtos encontramos sabões, pastas dentífricas, elixires dentários, cremes, desodorizantes, bálsamos labiais, after-shaves, champôs, óleos de massagem, entre outros.


A sua composição é de origem natural (isenta de ingredientes químicos sintéticos) e, sempre que possível, biológica e proveniente de práticas sustentáveis para o ambiente e para as pessoas; não contêm ingredientes de origem animal e não são testados em animais. “São produtos feitos com carinho e respeito pela saúde e pela natureza.

«Este projecto começou, indirectamente, há cerca de 7 anos. O interesse pela higiene e cosmética natural e pelas plantas medicinais foi surgindo por volta de 2008 e desde aí frequentei diversos workshops nestas áreas e fui adquirindo conhecimentos através de diversas fontes. 

Começou por ser um projecto individual, para me proporcionar produtos de uso diário de higiene e cosmética que fossem saudáveis, não poluentes e que respeitassem os animais. Não era fácil, na altura, encontrar estas alternativas no mercado e a preços acessíveis. Toda esta informação e interesse levaram-me a ter vontade de experimentar mais e inclusive criar novos produtos, diferentes dos que tinha aprendido a fazer. 

Foram surgindo ideias que fui colocando em prática. Comecei por fazer alguns produtos para mim e mais tarde para amigos e familiares. Ao longo do tempo fui sentindo que queria partilhar estes produtos com outras pessoas e assim surgiram os Mimos da Natureza, numa tentativa de sensibilizar para um consumo ético, saudável e em harmonia com a natureza e, ao mesmo tempo, poder proporcionar essa alternativa de consumo. Apenas em 2013, com mais tempo livre e a desejar um caminho diferente na vida, comecei a esboçar o projecto para o “abrir à comunidade” e em 2014 dei os primeiros passos para o concretizar.

Sendo um projecto de partilha e sensibilização, desenvolvo pontualmente oficinas de higiene e cosmética natural para potenciar a cada um de nós fazer os seus próprios produtos e/ou a fazer escolhas mais éticas e sustentáveis.

O projecto encontra-se num estado de aperfeiçoamento e desenvolvimento. Há sempre ideias novas a surgir e há que as desenvolver e colocar em prática, experimentar. Gostaria que os Mimos da Natureza pudessem chegar a mais pessoas, mantendo ou até melhorando, a sua qualidade. Espero continuar a fazer o que gosto, a divulgar o projecto e a colher os frutos deste processo.»
Débora Moura

Site: http://mimosdanatureza.weebly.com/
Facebook: https://www.facebook.com/mimosdanatureza
E-mail: mimosnatureza@gmail.com

Experimentem! Eu experimentei e posso afirmar que são muito bons, fiquei cliente! Produtos naturais, agradáveis, eficazes e não são nada caros. E manufacturados localmente.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

O Botão de Nácar - sessão Ambientar-se 21/7

"História de um País, Memória Universal "

Em julho 2017, a Equipa Multidisciplinar de Gestão do Parque da Devesa e Close-up – Observatório de Cinema de Famalicão, propõe uma sessão AMBIENTAR-SE com o belíssimo documentário

O BOTÁO DE NÁCAR 
(El Bóton de Nácar, Chile, França Espanha, de Patricio Guzmán, 2015, 82 min, M/12)

Dia 21 de julho de 2017 (sexta) às 21h30 
Na Casa do Território, Parque da Devesa, Vila Nova de Famalicão
Gratuito, entrada livre (até à lotação da sala)

Sinopse :
"O Botão de Nácar parte da história das tribos indígenas costeiras que viviam da enorme costa marítima chilena e que foram paulatinamente extinguidas por uma colonização ocidental que não foi capaz de compreender a chave do futuro que estava a deitar fora. Cinco anos depois da estreia de “Nostalgia da Luz”, o realizador Patricio Guzmán, volta a usar a geografia chilena como pano de fundo para nos falar da importância dos oceanos, onde se ouvem as vozes dos primeiros indígenas da Patagónia, dos primeiros colonos ingleses ou dos prisioneiros políticos da ditadura de Augusto Pinochet."


Convidados para dinamizar o debate da sessão: 
  • Jorge Leandro Rosa, Professor Universitário
  • Vitor Ribeiro, programador do CloseUp-Observatório de Cinema de Famalicão

As sessões AMBIENTAR-SE são uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão (Equipa Multidisciplinar de Gestão do Parque da Devesa) e associações locais ligadas à proteção do ambiente, que constam na exibição de um filme de tónica ambiental com debate no final. Estas sessões ocorrerem, por norma, na terceira sexta-feira do mês.   Associações parceiras:

  • AREA - Associação Amigos do Rio Este
  • Associação Famalicão em Transição
  • H2Ave - Associação Movimento Cívico para a Dinamização e Valorização do Vale do Ave
  • VENTO NORTE - Associação de Defesa do Ambiente e Ocupação dos Tempos Livres
  • YUPI - Associação para o Desenvolvimento Local

Informações: parquedadevesa@vilanovadefamalicao.org / 252 374 184

terça-feira, 4 de julho de 2017

6ª Ajudada para a sede AFeTra

No próximo dia 8 de julho, sábado, haverá mais uma  "JORNADA EM TRANSIÇÃO" da parte de manhã e almoço partilhado!

Desta vez vamos ter a ajuda de 15 jovens voluntários da YUPI, estrangeiros, pelo que pedimos aos associados e voluntários locais para levarem um pouco mais para o almoço, para partilharmos com eles.

Convite aos sócios e voluntários que queiram ajudar!

6ª jornada de trabalho para ajudar a preparar a futura sede da Associação Famalicão em Transição

Almoço às 13h00, traz algo para partilhar, e não te esqueças de copo, prato e talher, se possível a dobrar para os jovens voluntários de fora. 

Local: Rua de S. Bento, 17, Antas, V. N. Famalicão. Mesmo antes do campo de futebol do S. Cláudio, na Rua S. Cláudio, pouco depois de passar por baixo da variante. Coordenadas: 41º23'41"N 008º30'08"W 
Contacto: famalicaom@gmail.com  (evento facebook  aqui)

Aparece, colabora, e traz um amigo também!

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Filme "AMANHÃ" na sessão Ambientar-se de 16/6

"Visão positiva e Transição: que futuro queremos?"


Na sessão AMBIENTAR-SE de junho, a Associação Famalicão em Transição propõe o tema TRANSIÇÃO com o filme:

"AMANHÃ" ("DEMAIN", Cyril Dion e Mélanie Laurent, 2015, França, 118 min)

Dia 16 de Junho de 2017 (sexta) às 21h00
Na Casa do Território, Parque da Devesa, Vila Nova de Famalicão
Gratuito, entrada livre 

Sinopse:  «E se mostrar soluções, contar uma história positiva, fosse a melhor forma de resolver as crises ecológicas, económicas e sociais que atravessam o nosso mundo? Após a publicação de um estudo que anuncia a possibilidade do desaparecimento da humanidade até 2100, Cyril Dion e Mélanie Laurent partiram com uma equipa de quatro pessoas, para investigar em dez países aquilo que poderá provocar esta catástrofe e, sobretudo, como evitá-la. Durante a sua viagem, encontraram pioneiros que reinventaram a agricultura, a energia, a economia, a democracia e a educação. Ao juntarem todas estas iniciativas positivas, eles começam a ver emergir aquele que poderá ser o mundo de amanhã…»

Convidados para dinamizar o debate: Paula Soares, Aveiro em Transição, e Pedro Teixeira,  Espaço Compasso - Porto.

Informações: parquedadevesa@vilanovadefamalicao.org / 252 374 184

*********************************************************************************
As sessões AMBIENTAR-SE são uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão (Equipa Multidisciplinar de Gestão do Parque da Devesa) e associações locais ligadas à proteção do ambiente, que constam na exibição de um filme de tónica ambiental com debate no final. Estas sessões ocorrerem, por norma, na terceira sexta-feira do mês.   Associações parceiras:

  • AREA - Associação Amigos do Rio Este
  • Associação Famalicão em Transição
  • H2Ave - Associação Movimento Cívico para a Dinamização e Valorização do Vale do Ave
  • VENTO NORTE - Associação de Defesa do Ambiente e Ocupação dos Tempos Livres
  • YUPI - Associação para o Desenvolvimento Local
*********************************************************************************

terça-feira, 30 de maio de 2017

Reunião e Ajudada - 15 de junho

No próximo dia 15 de junho, quinta-feira e feriado, haverá mais uma 

"JORNADA EM TRANSIÇÃO"

que inclui reunião de manhã e ajudada à tarde. Pelo meio, almoço partilhado para convívio!


Assim, convocam-se todos os associados de Famalicão em Transição para participar na medida das suas possibilidades e disponibilidades desta jornada, com o seguinte programa:

9:30 - encontro e reunião
12:30 - almoço (no local, partilhado ou como preferirem)
14:30 - nova empreitada de limpeza.

Local: ver aqui  (evento facebook  aqui)

Aparece, contribui com as tuas ideias e trabalho,partilha, e, se quiseres, traz um amigo também!

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Globetrotter: “Escolas e comunidades alternativas”, com Simone André da Costa

No próximo dia 26 de maio, Vila Nova de Famalicão recebe Simone André da Costa para partilhar as suas experiências na sessão: “Escolas e comunidades alternativas”, organizada pelo grupo “Educação em Transição” da Associação Famalicão em Transição com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão (Parque da Devesa).


Este evento, conta com a presença da Psicóloga especialista em Desenvolvimento Infantil e Educação Alternativa, Simone André da Costa. Nascida em Bragança, em 1980, Simone licenciada na Escola de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Minho e pós-graduada em Pedagogia Infantil pela Internacional Graduate School La Salle (Madrid, Espanha, 2009) já viajou por diversos países como Espanha, Alemanha, Suíça, Quénia, Etiópia passando pela Nova Zelândia e Austrália onde trabalhou com crianças de todos os locais por onde passou, dentro de uma grande diversidade cultural e linguista. A Psicóloga Simone, é detentora de um espírito “open-mind” e afirma-se convicta em “torna-se dona da sua própria educação”.

​Neste evento, Simone apresentará e partilhará o projeto Globetrotter e o livro "Projeto Globetrotter - Escolas e Comunidades Alternativas no Mundo” que é o resultado de pesquisas presenciais e fotográficas sobre Escolas e Comunidades Alternativas em 15 pontos diferentes do mundo, contabilizando até ao momento 33 projetos. Alguns dos muitos projetos visitados foram: Escolas da Floresta ou Forest Kindergarten, Escolas e Jardins-de-infância Waldorf, Montessori, Camphills, Ecoaldeias, Escolas Verdes, como a Green School Bali, na Indonésia, exemplo contemporâneo de arquitetura sustentável.

O evento realiza-se no Parque da Devesa, edifício dos Serviços Educativos com e início às 21h30 e término às 23h00, com um custo de 2€ (a serem entregues no momento do evento).

Mais informação:

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Jornada dia 1 de maio - resumo

Neste dia de jornada, na reunião informal da manhã, falou-se de assuntos dispersos e trocaram-se ideias , não funcionou propriamente como "reunião", já que os sócios presentes chegaram em diferentes momentos (Sofia, Gisela, Luz, Rosário, Bruna, Fernando, Manuela, Alexandra, Nuno, Henrique e Juliana),  e até um novo elementos que se juntou à associação (Manuel).

No fundo, foi uma manhã de convívio, em que apareceram também crianças filhos de sócios (Tiago, Hugo, Inês, Pedro e Gabriel), que animaram a manhã!



 Uma pequena toupeira que inesperadamente a Inês, apanhou, mas que logo a seguir libertou.

No final da manhã,  o frio que apareceu para o almoço afastou possíveis convivas. Já a maioria tinha ido embora quando chegou o Armindo Magalhães, Aproveitamos essa hora para ver a horta da Rosário. Tantas espécies em 25 m2, a Rosário já parece uma permacultora!

E se de manhã na reunião informal estiveram 13 sócios, da parte de tarde, para a 4ª ajudada, fomos apenas 5 a trabalhar, (Bruna, Rosário, Sofia, Nuno e Manuela), mas lá demos mais um desbaste ao lixo do terreno.




 A Bruna e o Nuno dedicaram-se a trabalhos de escavação arqueológica, limpando uma cova existente no terreno e preparando-a para um futuro charco.


 O lixo é de facto infindável, infelizmente, alguém ou muita gente se entreteve a fazer daquele local um aterro ...
 As giestas brancas existentes no terreno estavam lindas, em flor!



Mais fotos aqui.

De facto, apesar de muito trabalho, parece que só se "nota" alguma diferença quando aparecem mais de 10 pessoas, como aconteceu na 3ª ajudada.  Esperemos que na 5ª apareçam mais pessoas a contribuir com umas horas de trabalho duro, pois em maior número é mais divertido, mais motivador e dá mais rendimento. E que apareçam outros diferentes. E quem sabe até alguém leve música!

Quantos mais ajudarem, mais depressa teremos a sede pronta, claro!

domingo, 30 de abril de 2017

Workshop "YogurtNest" - foi assim

E foi assim a oficina sobre iogurtes "Oficina Iogurte caseiro animal e vegetal com YogurtNest" no Refresco, dia 28 de abril,  facilitada por Miguel Leal, o "padrinho" de Famalicão em Transição (ver aqui porquê).

Fazer iogurtes é super fácil, mas mesmo quem já faz há muito aprendeu muito nesta sessão. Iogurtes feitos com leite de origem animal, ou com bebidas de origem vegetal, para todos os gostos.

Na verdade, a iogurteira YogurtNest surpreendeu pela simplicidade e versatilidade!







Para mais informações sobre a iogurteira, visitar a página YogurtNest

Mais fotos aqui.

sábado, 29 de abril de 2017

Jornada em Transição

É já no dia 1 de maio, que temos um dia de "JORNADA EM TRANSIÇÃO", que inclui reunião geral (informal) de manhã e ajudada à tarde. Pelo meio, almoço partilhado para convívio!

Assim, convidam-se todos os associados de Famalicão em Transição para participar na medida das suas possibilidades e disponibilidade.

10h00 - Reunião - Hortas do Parque da Devesa
13h00 -  Almoço partilhado e convívio (Hortas)
15h00 - Início dos trabalhos na sede - continuação da limpeza do terreno e no interior da edificação (local: ver aqui)

Aparece, contribui, e, se quiseres, traz um amigo também!



segunda-feira, 24 de abril de 2017

Biodanza - aula livre dia 26/4 (Educação Biocêntrica)

O Grupo de Biodanza de Famalicão e o Facilitador de Biodanza Luís Miguel Alfaro (FollowBiodanza) convidam a participar numa aula livre (e gratuita) de Biodanza na próxima quarta-feira, dia 26 de abril, às 20 horas, nas Piscinas Municipais.

Dado que haverá reunião do Grupo Educação em Transição nessa mesma noite a partir das 21h30, a aula terá a duração de apenas uma hora, e será vocacionada para o Grupo Educação, mas aberta a quem quiser participar!

«Assim terás a oportunidade de experienciar em ti a mudança que queres ver no mundo e transmitir aos mais pequenos.  Sim, trata-se de sair da tua zona de conforto e aproximar-te do outro! Aparece, junta-te a nós nesta viagem por ti pelos outros! »


Sobre as aulas regulares de Biodanza em Famalicão, ver aqui.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Oficina Iogurte caseiro animal e vegetal com YogurtNest

A Associação Famalicão em Transição em parceria com o espaço Refresco organizam uma oficina sobre iogurte facilitada por Miguel Leal, com a iogurteira natural YogurtNest.

Vamos aprender a fazer iogurtes com leite de de origem animal e bebida vegetal e outras criações doces e salgadas à base de iogurte, usando a nova iogurteira natural não eléctrica YogurtNest (YN). E no final, vamos provar! 

Vamos igualmente conversar sobre alimentação, saúde e ambiente. O YN tem uma história interessante e vai ajudar-nos a ter um impacto positivo no planeta e na nossa vida, diminuir os plásticos a boiar no oceano e até ajudar o Lince-ibérico. Está igualmente no caminho de se certificar como B-Corporation e 1% for the Planet. Venha saber como o podemos fazer juntos!

Dia 28 de abril, das 19h30 às 21h00

Local: Café Restaurante Refresco - Vila Nova de Famalicão
Valor: €9,00, com pré-pagamento no Café Refresco
Informações: 965879150 e Facebook YogurtNest

Inscrições: no link - goo.gl/qOeIQp

Sobre a iogurteira YogurtNest:

«PORQUE É MAIS ECONÓMICA, RÁPIDA E VERSÁTIL QUE UMA ELÉCTRICA?  O YN permite fabricar, relativamente a uma iogurteira eléctrica, o dobro ou triplo do iogurte, em cerca de metade do tempo e sem necessidade de estar ligado a uma ficha eléctrica ou a ocupar espaço na banca da cozinha junto à ficha eléctrica e com uma esperança de vida longa e sem avarias.

Podemos escolher os ingredientes que desejamos, a sua origem e quantidade. É uma actividade interessante para fazer em família e com amigos, interessando desde cedo os mais novos pela sua alimentação.

COMO SE USA? Basta aquecer o leite, juntar uma colher de iogurte, agitar, colocar nos frascos que temos em casa, dos tamanhos desejados, e colocar dentro do YN durante 6 horas.

COMO ESTOU A MELHORAR A MINHA VIDA E A DO PLANETA TERRA AO ADQUIRIR UM YN?  Como exemplo, em 8 anos, poupa cerca de 2 000€ e a produção de 17 000 embalagens plásticas de iogurte, em que uma parte iria juntar-se às gigantescas acumulações de plástico nos oceanos, matando muitos animais marinhos, e transformando-se em microplásticos, que entram na nossa cadeia alimentar via plâncton e peixes.  O YN paga-se em 39 dias e, em menos tempo, considerando iogurtes veganos.

O YN funciona na cozinha, na sala, no camping, na praia, a qualquer hora e em contínuo… podemos usá-lo também como mala térmica, slow cooker ou estufa. Vem em 2 tamanhos: familiar (até 3,5L iogurte) e baby (até 1,5L iogurte).

O YN é desenhado e fabricado para vocês pela PrimaLynx, jovem empresa portuguesa, usando materiais naturais, como cortiça e algodão e foi criado por Miguel Leal.»

EQUIPA YogurtNest
Miguel Leal é biólogo, fundador da TimberBee e PrimaLynx, gestor de projectos ambientais, apicultor, formador e co-fundador de Paredes em Transição.
Ana Jervis Cunha é formada em ciências agrárias e biológicas, colaboradora no desenvolvimento e vendas do YN, educadora ambiental, mãe, gestora de projectos ambientais, apicultora, formadora e co-fundadora de Aveiro em Transição.

domingo, 16 de abril de 2017

3ª ajudada no terreno da futura sede (fotos)

Na sequência do pontapé de saída e depois de uma 2ª ajudada no dia 1 de abril, em que poucos puderam participar, mas mesmo assim muito fizeram, eis que no dia 15 de abril, sábado de Aleluia, um verdadeiro "mutirão" aconteceu, com 13 pessoas a ajudar a limpar o terreno e a construção da futura sede da Associação Famalicão em Transição.

Fomos 4 a começar de manhã (Jorge, Rosário, Paulo e Manuela), com a limpeza exterior em frente à edificação,



E que rico almoço partilhado na fresca do interior!





De tarde juntaram-se mais 9 elementos (Maria da Luz, Henrique, José Maria, José António, Vitória, Diogo, Gil, Nídia e António), alguns trabalharam limpando dentro, muitos outros continuaram a limpeza no exterior.












E claro, um momento de convívio regado a excelentes licores (obrigada Vitória!) para animar a malta!



Para além do que é visível, o lixo aparece a cada sacholada, já muito foi feito, sobretudo na entrada do terreno e junto ao muro, mas ainda há muito trabalho de limpeza a fazer. É preciso mais uma ajudada em breve, e outros também terão a oportunidade de participar! Entretanto, podem ver mais fotos no álbum partilhado (aqui).

BEM HAJAM!