terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Curso de Podas e Enxertias - Alteração de data

Dado que as árvores da Quinta da Ribela, em Cruz, ainda não não estão na fase ideal para serem podadas, o Curso Prático de Podas e Enxertias, inicialmente agendado para 7 de dezembro, teve de ser adiado para o dia 28 de dezembro de 2013.

Pedimos desculpa a todos os que se inscreveram, que já foram informados da alteração por e-mail.

Para se inscreverem, enviem e-mail para famalicaom@gmail.com, pois face à alteração de data surgiram algumas vagas.

Caso estejam interessados no curso mas não possam participar nessa data (28/12/2013), enviem e-mail na mesma (com essa indicação), pois estamos a ponderar realizar mais uma edição mais tarde, caso haja interessados em número suficiente.


III Jornada de Soberania Alimentar, Gerês, 7 de dezembro de 2013

"O Nucleo AgroEcoLógico do Campo convida tod@s @s interessad@s a assistirem à III Jornada de Soberania Alimentar a decorrer no Campo do Gerês no próximo Sábado dia 7 de Dezembro 2013."


Mais informação em http://terrasbouro.blogspot.pt/2013/11/campo-do-geres-iii-jornada-de-soberania.html

terça-feira, 26 de novembro de 2013

“As Libélulas de Portugal” - Apresentação do livro em Famalicão

A Associação Vento Norte convida-nos para a apresentação do livro “As Libélulas de Portugal” em Vila Nova de Famalicão, que decorrerá na Casa do Território, no dia 29 de novembro, às 21:30.

«A Vento Norte promoverá a apresentação oficial do livro As Libélulas de Portugal, de Ernestino Maravalhas e Albano Soares, no próximo dia 29 de novembro de 2013 (próxima sexta-feira) às 21:30, na Casa do Território, Parque da Devesa, Vila Nova de Famalicão, convidando todos os sócios, simpatizantes e curiosos a marcarem presença e a conhecerem esta fascinante nova publicação.

As Libélulas de Portugal é o primeiro livro sobre as libélulas do país e foi projetado com o intuito de servir os Naturalistas que se deslocam ao campo para observar estes insetos e os especialistas da Conservação que trabalham com os Odonata.

Sendo um guia totalmente fotográfico, poderemos ao longo das 336 páginas encontrar mais de 600 fotografias, bem como mapas das 65 espécies conhecidas de Portugal. Para cada uma delas existe um texto, um mapa e fotografias de animais vivos em poses naturais. As inúmeras microfotografias de detalhes ajudam a identificar os animais e contribuem para o conhecimento e conservação da biodiversidade em Portugal. Foi utilizada uma inovadora técnica de empilhamento digital de fotografias (stacking) de forma a obter uma maior fidelidade e a qual permite exibir uma profundidade de campo ilimitada.
...
Apareçam e Divulguem.»
Fonte: e-mail da Vento Norte 

Mais informação no site da Vento Norte: http://www.ventonorte.com/?p=1946

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Feira de Produtos Biológicos no Dia da Floresta Autóctone

«No dia 23 de Novembro o Município de Vila Nova de Famalicão vai assinalar o dia da Floresta Autóctone, cujo objetivo principal é "a Preservação do que é nosso” .

A comemoração terá lugar na Praça Cupertino de Miranda ente as 10 e as 16 horas.

Os visitantes poderão fazer compras, diretamente aos produtores, na Feira de Produtos Biológicos, certos que os produtos adquiridos irão ajudar a preservar a sua saúde e bem estar e também irão estar a dinamizar a economia local.
Dando seguimento aos tons e sabores do Outono, também poderão fazer e saborear o Pão de Castanha, que será confecionado com artefactos arqueológicos, com o apoio do Gabinete de Arqueologia .
E nas oficinas “Pela floresta fora...”, dinamizadas pelo Projeto "Crescer com Ciência" convidam-se as crianças a descobrir algumas curiosidades sobre as árvores autóctones. Mas primeiro, terão de encontrá-las...para encanto dos pequenos cientistas.

Mas o que é uma Floresta Autóctone?
É uma floresta de árvores originárias do próprio território. Neste caso, a floresta autóctone portuguesa, é toda a floresta formada por árvores originárias do nosso país, como é o caso dos carvalhos, dos medronheiros, dos castanheiros, dos loureiros, das azinheiras, dos azereiros, dos sobreiros, etc.

Porque devemos dar importância às florestas autóctones?
•As florestas autóctones estão mais adaptadas às condições do solo e do clima do território, por isso são mais resistentes a pragas, doenças, longos períodos de seca ou de chuva intensa, em comparação com espécies introduzidas;
•Ajudam a manter a fertilidade do espaço rural, o equilíbrio biológico das paisagens e a diversidade dos recursos genéticos;
•As florestas autóctones fazem parte do nosso ecossistema. São importantes lugares de refúgio e reprodução para um grande número de espécies animais autóctones, muitas delas também em vias de extinção;
•As florestas autóctones exercem um importante papel na regulação e melhoria do clima, bem como no sequestro de carbono da atmosfera contribuindo para a redução do efeito estufa.
•Regulam o ciclo hidrológico e a qualidade da água, formam solo e servem ainda de matéria-prima a produtos fundamentais na vida quotidiana;
•As florestas autóctones, embora de crescimento mais lento, quando bem desenvolvidas, são normalmente mais resistentes e resilientes aos incêndios florestais.»

(Fonte: e-mail de Ana Silva, Departamento de Ambiente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão)

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Curso Prático de Podas e Enxertias - 3ª edição

O Grupo Famalicão em Transição organiza a 3ª edição do:

Curso Prático de Podas e Enxertias

Dia:  7 de dezembro de 2013

FormadorRicardo Ferreira (Eng. Agrícola)

Local:  Ribela, Cruz, Vila Nova de Famalicão

Horário:  das 10:00h às 13:00h e das 14:00h às 17:00h

Valor:  9 euros (o dia todo), 6 euros (só de tarde)


Inscrição:  enviar e-mail para famalicaom@gmail.com


quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Debate sobre auto-suficiência e cooperação - Braga em Transição

Organizado pelo Grupo Braga em Transição (BeT), no dia 8 de novembro às 21h00: 

DEBATE SOBRE AUTO-SUFICIÊNCIA E COOPERAÇÃO -  Alternativas para uma mudança de paradigma


Programa:

Hélder Valente  (
Designer aplicado de permacultura)
"Permacultura é compreender as nossas necessidades reais." Apresentação de ferramentas para a auto-sustentabilidade.
http://www.permacultureglobal.com/users/64-helder-valente  

Rui Vasques 
 (Designer Sustentável)
Criador da "Eco-Village Community - Live with Earth". Apresentação do projecto e partilha do percurso.
Local:
TOCA - 
Avenida Central, 33, 4710-228 Braga
(antigos cinemas do Braga Shopping)

Contribuição: Donativo mínimo de 1 euro.
(Parte do dinheiro da entrada reverte a favor da "Missão Humanitária no Haiti" de Hélder Valente).
Lotação limitada. Inscreva-se através de "bragatransicao@gmail.com" ou no evento Facebook (https://www.facebook.com/events/241295219362169)

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Divulgação: Formação ADRAVE, gratuita

«Formação Modular Certificada, Formação Financiada

A ADRAVE, entidade de formação certificada pela DGERT, tem disponível um vasto programa de Formação Modular Certificada, para a região NORTE.

As Formações Modulares Certificadas, financiadas pelo POPH – Medida 2.3., são organizadas em unidades de formação de curta duração (UFCD) de 25 ou 50 horas, capitalizáveis para a obtenção de uma ou mais qualificações definidas no Catálogo Nacional de Qualificações.

DESTINATÁRIOS:

• Destinam-se a candidatos ativos (empregados ou desempregados), com idade igual ou superior a 18 anos, pretendam melhorar as suas competências e conhecimentos profissionais.

REGALIAS:

• Formação Certificada gratuita
• Subsídio de alimentação por cada dia de formação assistida
• Reembolso de despesas de transporte público por cada dia de formação
• Atribuição de Certificado de Qualificações aos participantes que tenham concluído com aproveitamento

HORÁRIO
A Formação Modular Certificada decorrerá nas instalações da ADRAVE, em horário laboral e pós-laboral.

INSCRIÇÕES:

ADRAVE – Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do AVE, S.A.
Av. 25 de Abril, 634, Casa de Louredo
4760-101 Vila Nova de Famalicão
Telf. 252302600 
Email: formacao@adrave.pt »

Mais informações em http://www.adrave.pt/pages/335

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Braga em Transição promove Curso de Design em Permacultura (PDC)

O Grupo Braga em Transição promove o primeiro Curso de Design em Permacultura (PDC) em Braga, que irá ocorrer de 1 a 10 de novembro de 2013, tendo como formador Helder Valente,

Inscrições até 26 de outubro para o endereço: cursodesignpermacultura@gmail.com (enviar nome e número de telefone).

Programa, preços e mais informações no evento no Facebook em: https://www.facebook.com/events/642340639131023/?fref=ts


(Publicado também em simultâneo no blogue Sustentabilidade é Acção)

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

2ª Encontro Troca de Sementes de Famalicão - balanço

No passado dia 14 de setembro ocorreu a 2ª Troca de Sementes de Famalicão, no Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão.  O evento foi organizado pelo Grupo Famalicão em Transição e teve o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, que gentilmente cedeu o auditório da Casa do Território  para o Workshop sobre Sementes e que apoiou também na divulgação e na logística da Troca que ocorreu de tarde. Os nossos agradecimentos pelo importante apoio. Agradecemos também a todos quantos ajudaram na organização e divulgação, e a todos os que participaram neste evento.

O Workshop sobre Sementes com a Atimati teve uma excelente adesão, como documentam as fotografias, e nele pudemos aprender como deve ser feita a escolha e recolha de sementes, dependendo do tipo de planta, como deve ser conservada, como ter sucesso na germinação (nem sempre fácil em algumas espécies).  Foi também enfatizada  a importância da recolha, preservação e troca de sementes como meio de travar a drástica redução na biodiversidade dos alimentos que se tem verificado, face ao oligopólio de algumas empresas na comercialização de sementes a nível mundial, agravado pela disseminação de híbridos não naturais e de sementes transgénicas (geneticamente modificadas).







Os objetivos  destes encontros para  Troca de Sementes são essencialmente promover a recolha e partilha de sementes, de forma a contribuir para a soberania alimentar, para a preservação da biodiversidade das variedades alimentares (e não só) tradicionais e cada vez mais raras, e também para a economia familiar, reduzindo os gastos na compra de sementes.  

Não sabemos quantas pessoas estiveram nesta 2ª Troca de Sementes de Famalicão, mas para além dos famalicenses, vieram pessoas da Trofa, Braga, Guimarães, Barcelos, Viana do Castelo, Vila Praia de Âncora, e de outros locais, sobretudo do norte de Portugal. 







Neste mês de setembro de 2013, houve também Troca de Sementes em Lisboa (dia 21) e no Porto (dia 28). E, felizmente, continuam a ocorrer cada vez mais Trocas de Sementes. Por exemplo, no próximo dia 26 de outubro, haverá Troca de sementes da Zona Centro, na Curia.

Esperamos poder continuar a organizar estes encontros em Famalicão, e teremos de ponderar a frequência ideal destas trocas (uma ou duas por ano), bem como a conjugação com outros Encontros Troca de Sementes em localidades próximas.

Podem ver mais fotos do Workshop sobre Sementes com Atimati aqui, e da 2ª Troca de Sementes de Famalicão aqui.

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Workshop sobre Sementes

Foto de Círculos de Sementes (daqui)
No âmbito da  2ª Troca de Sementes de Famalicão, no dia 14 de setembro, vai ocorrer, da parte de manhã, um

 Workshop sobre Sementes

às 10.30h na Casa do Território (gentilmente cedida para o efeito pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, que apoia o evento),  no Parque da Devesa, Vila Nova de Famalicão. 

A formadora é a Atimati uma Senhora guardiã de sementes - na foto acima, de Círculo de Seemntes a Atimati a dar informações e sementes na 1ª Troca de Sementes de Famalicão, em 2 de fevereiro passado.

O programa é o seguinte:

- A importância de guardar sementes
- Cuidados a ter com as plantas seleccionadas para obter sementes
- Escolher o momento para retirar as sementes
- Recolha e conservação de sementes (classificação de sementes quanto ao tipo de conservação)
- Quebra da dormência: como germinar diferentes tipos de sementes
- Exemplos práticos

O horário previsto para terminar é às 12h30, mas poderá prolongar-se mais um pouco (até às 13.00) dado que na parte final haverá, para os inscritos que pretenderem, uma troca de sementes de variedades antigas e raras, que importa preservar e reproduzir. 

Para participar no workshop, agradecemos a inscrição prévia através de e-mail enviado para famalicaom@gmail.com. No entanto, poderá participar apenas aparecendo no dia e na hora prevista, (sujeito à lotação da sala).

O custo do worshop é de 6 euros (a pagar à entrada).

Esperamos ainda que haja a participação de pelo menos um elemento dos Círculos de Sementes (um projeto Wakeseed), que divulgue a forma como atuam na preservação de sementes e da biodiversidade, mas tal ainda não foi possível confirmar. Quem sabe assim ainda nasce um Círculo de Sementes de Famalicão.

Sobre a Troca de Sementes propriamente dita, a mesma está aberta a quem quiser trocar sementes, estacas, ou pequenas plantas, e começará às 14.30 do mesmo dia, junto às Hortas Urbanas do Parque da Devesa. Mais informação aqui, evento no Facebook aqui.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

2ª Troca de Sementes de Famalicão - 14 de setembro de 2013

O Verão está na reta final, e aproxima-se a época das sementeiras de Outono, por isso, o Grupo Famalicão em Transição está a organizar a 2ª Troca de Sementes de Famalicão, que ocorrerá no próximo dia 14 de setembro, no Parque da Devesa, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

A Troca de Sementes é totalmente livre e gratuita, e ocorrerá junto às Hortas, das 14.30h às 17.30h. Apareça, e traga as suas sementes (e estacas, bolbos, pequenas plantas, ...) para trocar.  

Recolher e partilhar sementes contribui para a soberania alimentar, para a preservação da biodiversidade das variedades alimentares (e não só), e também para a economia familiar, reduzindo os gastos na compra de sementes.  Mas a recolha e preservação de sementes também tem o seu saber, por isso, se estiver interessado:

Da parte de manhã, a começar ás 10.30h, haverá um Workshop sobre Sementes (recolha e preservação) com a Atimati, na Casa do Território, também no Parque da Devesa. Na parte final deste workshop haverá partilha de sementes autóctones. O custo do workshop é de 6 euros, e agradecemos a inscrição enviando e-mail para famalicaom@gmail.com (o pagamento só será feito no dia).


Veja aqui algumas imagens da 1ª Troca de Sementes de Famalicão, que ocorreu no passado 2/2/2013.

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Eventos à Solta

O Grupo Famalicão em Transição apoia e participa nos Eventos à Solta, dia 13 de Julho na QdC - Quintinha da Carvalheira. Mais informação aqui. Atualizações  e evento no Facebook aqui.

Inscrições até dia 28/6 - hoje - com desconto.  Informação e inscrições: geral.quintinha@gmail.com


quarta-feira, 26 de junho de 2013

Banco de Livros Escolares

«Se não sabe o que fazer com os livros escolares usados dos seus filhos, o Município de Famalicão dá-lhe a oportunidade de lhe resolver o problema com um gesto solidário. Para mais informações sobre esta iniciativa basta dirigir-se à Biblioteca Municipal ou contactar através de email ou contacto telefónico»


«O Banco de Livros Escolares, que funciona na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão vai alargar-se a todo o concelho, através da colaboração das Bibliotecas Escolares e também da Cruz Vermelha de Oliveira S. Mateus. »


Telefone 252 312 699 
E-mail: bibliotecamunicipal@vilanovadefamalicao.org 

Mais informação em:  http://www.bibliotecacamilocastelobranco.org/?1&it=news&mop=4&co=2574

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Eventos à Solta - dia 13 de Julho na QDC - Quintinha da Carvalheira

O Projecto QdC – Quintinha da Carvalheira está a dar os primeiros passos e convida-o a participar no "Eventos à Solta", dia 13 de Julho.

Um evento ao ar livre, para toda a família!

Este projecto, baseado na práctica da sustentabilidade e princípios da permacultura, pretende recuperar um terreno abandonado com o intuito de criar horta e pomar em modo biológico, bem como reabilitar um edifício e alguns anexos, de forma a poder dar abrigo a pessoas e animais e dinamizar diversas actividades e workshops.

Surgiu a ideia de se criar um evento ao ar livre, no espaço da Quintinha, com o intuito de se angariar fundos para ajudar nas obras de reabilitação. E assim, temos o "Eventos à Solta".

O evento será diversificado, com muitas actividades nas áreas de terapias alternativas, desenvolvimento pessoal e social, oficinas e palestras sobre permacultura, prácticas sustentáveis de vida, e música.

Um dia dedicado ao bem-estar e ao enriquecimento pessoal! 

- Acampamento grátis (duas noites)
- Comes e bebes no local

Programa:

9:00 - Abertura

10:00 - À descoberta do Reiki, com Núcleo de Barcelos da Associação Portuguesa de Reiki
- Oficina: Construção de um Fogão - Foguete (Rocket Stove), com Armindo Magalhães e Manuela Araújo
- Workshop: Produtos Naturais de Higiene e Cosmética, com Deborah Moura

11:00 - Aula de Ki-Move, com Ivone Apolinário
- Aula de Kundalini Yoga, com Albertina Pereira
- Oficina: Construção de uma estrutura em A (a importância das curvas de nível no design em permacultura), com Ceiba Permacultura
- Plantar Vida (Plantação de sementes em vasinhos), com Pamela DaCosta - (para crianças)

12:00 - Oficina: Construção de um Forno Solar, com Paulo Roseta
          Hora do Conto "A Rainha das Cores" com Belanita Abreu

13:00 - Almoço

14:30 - Oficina: Bombas de Sementes, para crianças dos 4 aos 104, com Ceiba Permacultura e Manuela Araújo
- Formação em Do-In, com Ivone Apolinário
- Sessão de Mantras e Comunicações Celestiais, com Harmansukh Kaur, Sat Sangeet Kaur e Bachitar Singh

15:30 - Árvore dos Desejos, com Pamela daCosta (máximo 12 crianças)
- Oficina: Construção de uma Cama Elevada (hugelkultur), com Ceiba Permacultura

16:30 - Aula de Yoga do Riso, com Albertina Pereira (máximo 20 pessoas)

17:30 - Workshop: Compostagem, com Armindo Magalhães e Manuela Araújo Guarani Kaiowá

18:30 - "Meditação, o Caminhar do Ser - palestra prática", com Helder Faria - Grupo Kaizen

19:00 - Aula de Danças Tribais, com Ceiba Permacultura
- Teste à textura dos solos/ Projecção do filme: DIRT! The Movie

20:30 - Palestra com Dr. Jorge Pereira – Homeopata: “Alimentação e os grupos sanguíneos”

21:30 - Palestra com Nuno Felix – Instituto Macrobiótico Porto: “O fim da comida”

Todo o dia:
- Massagens, sessões de 20 minutos, com Deborah Moura
- Pintura de Mandalas, para crianças

De tarde:
- Sessões de Shiatsu (20/30 minutos), com Liliano Soares




Entrada:

- 20 flores (dia inteiro)
- 10 flores (entradas a partir das 16 horas)
- 5 flores dos 13 e os 17 anos
- Até aos 12 anos - gratuito




QdC – “Gostamos de ajudar e ser ajudados” 

Inscrições e/ou dúvidas:

geral.quintinha@gmail.com
962426158/963408282

Workshop sobre Respiração

E foi assim o Workshop sobre Respiração na Quintinha da Carvalheira, em plena harmonia com a Natureza, num lindo dia de Sol! 

Como foi um evento limitado a 10 pessoas, e face a mais pedidos, iremos organizar outro, com data a marcar depois do "Eventos à Solta" no dia 13 de Julho. Obrigado e até breve! — Workshop sobre Respiração 22/06/13









domingo, 23 de junho de 2013

Hortas do Parque (Hortas Urbanas de Famalicão)

As Hortas Urbanas de Famalicão (Hortas do Parque), uma iniciativa da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, começaram a funcionar em abril passado, e decorridos dois meses dá gosto visitá-las pelo colorido e gosto que ali se vê aplicado. Além disso, neste fim de semana estiveram abertas ao público para visitar a Mostra de Espantalhos.


Se quiser saber um pouco mais sobre o historial e funcionamento destas hortas, espreite nesta mensagem. Por agora, algumas fotos das hortas com os novos inquilinos, os espantalhos. A ver vamos se a passarada se espanta. Cá por mim, já percebi que pelo menos os melros são muito... melros!

Parabéns aos horticultores pelo cuidado com os seus canteiros, e aos artistas dos espantalhos. E à Eng. Marisa Moreira pela excelente forma como tem gerido, coordenado e dinamizado as hortas. Mais fotos aqui 





















(Publicado em simultâneo com o blogue Sustentabilidade é Acção)